Social Icons

twitterfacebooklinkedinemail

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Porque Homem Gosta de Falar Palavrão na Hora do SEXO?


"Meu marido gosta de sexo agressivo, bruto, usa palavras de baixo calão, chulas, gostaria de saber o porquê disso?
Pois eu não gosto nem um pouco, meu tesão vai embora e termino o sexo sem sentir nada, gosto de ouvir palavras de agrado, que me faça sentir sexy, como gostosa, tesuda, minha linda, mais leves.
Gostaria de saber como lidar com isso, pois gosto muito dele, ele é uma ótima pessoa."


Caríssima,

Primeiramente gostaria de alertá-la para o fato. É saudável que tenhamos momentos de” jungle living”, viver um episódio de Jane e Tarzan, de vez em quando. Os ditos palavrões, popularmente conhecidos como palavras de baixo calão, ou linguagem marginal, nos remetem ao plano das perversões, da marginalidade e quando inseridos ao sexo estão ligados as taras e aos fetiches.

Veja bem, qualquer que seja o comportamento que fica cristalizado, começa em algum momento a gerar um mal estar em pessoas próximas e às vezes a própria pessoa. 

Pense no vicio de fumar, ele é agressivo e pernicioso; assim muitas vezes o fumante deixa de fumar em algumas ocasiões e às vezes ele mesmo repudia o ato.

O que acontece com o casal é que vocês cristalizaram essa forma de fazer “sexo”, como se não houvesse mais nenhuma outra forma (mesmo que perversa) de realizar sem que exista prazer. O que está acontecendo é que uma das partes não tem mais prazer. 
Então é hora de? Conversar, minha amiga.

Chega junto no seu brucutu e peça a ele para mudar a fantasia, traga um Don Juan, um artista de cinema a la George Clooney, ou relembrem as primeiras vezes que transaram. Enfim, não chegue a ele dizendo que quer ser a gatinha manhosa, que não vai colar, vocês passaram muito tempo fazendo assim, tem que colocar alguma coisa no lugar e aos poucos vá sugerindo outras coisas que fujam dos palavrões, invente um texto (tipo rei e rainha do império de Napoleão) e não vá em Sex Shop, nada que lembre SACANAGEM vai tirá-lo dessa tara.

Se você quer sair dessa e manter seu parceiro seja uma mulher aranha, traga-o para sua teia e vá conduzindo para algo mais gostoso e amoroso.

Boa Sorte!

Alexandre Santucci
Envie suas perguntas para  SeR no Divã (sernodiva@gmail.com)
Sigilo: seu nome não será publicado.

Publicado no SeR em  17 de Janeiro de 2011 22:10



Georgia Maria diz:

Aproveitando a deixa do psicólogo Alexandre Santucci, vou ensinar um teatrinho que funciona.

Muitas mulheres não nascerem com o dom de atuar e fazem a coisa de forma mecânica, assim como o homem que fala o mesmo palavrão como se fizesse parte do ato de ejacular.

Preste atenção, homens não querem ser dominados, mas que você mostre que domina numa parte do sexo, mas que se renda ao "falo" dele, afinal, homens são ligados a pênis+sexo.

Então, vamos ao teatrinho...
Monte a sua fantasia, não precisa ser sacanagem, nem putaria, vai ser a sua fantasia. Como você gosta, cabe a você.

Na hora que ele chegar com o texto de palavrões decorados, delicadamente, ponha a mão na boca dele e trave as pernas, caso estejam na penetração. Faça cara de safada fina (morda os lábios, olhe nos olhos e feche, delicadamente e diga: "não quero ser a sua vaca, quero ser a sua gostosa..Me chama de gostosa....", com voz de GOSTOSA.

Se der, vire-o e fique por cima e faça o seu jogo. Diga "quem é a tesuda aqui, fala...Fala...
Quem é a sua gostosinha que faz o que você gosta? Quem é o seu amor?". E assim, vá adestrando seu homem, porque na vida de um homem, sexo é aprendido de forma vulgar. 

São as mulheres e a vontade dele de agradar a sua mulher que fazem com que ele mude.

Se você só fizer cara feia e não reclamar, ele gozando, pra ele tá tudo bem. Então, se não quer jogar na cara, ensine-o como você quer.
Boa sorte!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...